terça-feira, 22 de março de 2016

#31DC2015 - Inspirado em Música


Confesso que minha idéia inicial para esse post era outra, mas quando esmaltei, estava naqueles dias que nada dá certo sabe? Tentei duas vezes fazer a mani e não funcionou. Aí larguei para lá e fiz outras manis, e acabei mudando de idéia para essa também.


Acabei inclusive, mudando a música. Escolhi no final das contas a música Glitter in the Air, da Pink. Ela é uma das minhas cantoras favoritas. Tanto as musicas animas e poderosas e sassys dela quanto as triste sempre tem uma emoção por trás que acabam tocando a gente.


A idéia para mani partiu daquela famosa apresentação da cantora num Grammys se não to enganada. Ela desceu no tecido rodopiando. E também do famosíssimo esmalte da Deborah Lippmann (que eu não tenho). Mas invés de glitters quis aproveitar e testar usar a unha toda no brilho e glamour de strass como a gente ve as gringas por ai. 


Comecei com duas camadas do Vamos ao Parque, da última coleção da Impala. Esse tom de azul super clarinho é um dos meus preferidos da cor. E sei que devo ter vários vidros no tom. O Menina da Dote lembra, mas é mais azul que o Vamos ao Parque. Lado a lado o Impala fica quase branquinho.


Para aplicar os strass usei cola, daquelas para poder prender os charms para que não soltassem. Não sei se fui passando cola em alguns pedaços muito grandes, mas alguns chegaram a soltar antes de tirar. Ficou uma mani super brilhosa e, apesar de estranhar um pouco a textura dos dedos em que pus alguns strass aleatórios, achei uma mani fofa. Definitivamente irei tentar repetir a dose um dia desses com mais cuidado.


Antes de me despedir, quis trazer para voces umas fotos para mostrar a diferença dos strass que o pessoal vende como de alta qualidade para os dauqelas rodinhas mega baratinhas do ali. Os do ali, super em conta tendem a nem sempre ter o formato perfeitinho e, como vocês podem observar, brilham bem menos que os de melhor qualidade. Os de melhor qualidade também não perdem o brilho todo quando se passa tc sobre eles, como tende a acontecer com os do ali. A diferença, claro, está no preço. Eles tendem a ser o dobrou um quase o triplo dos vagabundinhos.


.Espero que tenham gostado e até a proxima! :*

Indie polish maker, advogada, apaixonada por nail art, coisas retrô e Swarovski. Quando crescer, vai ter um armário cheio de camisas da Dudalina.

2 comentários:

  1. Tenho uma dessas caixinhas que a querida Yasmin da sosesmaltolatras me enviou de brinde uma vez, tentando coragem rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que se animar, e testar coisas diferentes!

      Excluir